sábado, 30 de janeiro de 2016

Sem interesse

19:21

Há dias em que tudo perde o interesse, a magia perde-se, e caminha na 

insatisfação de ser ou não ser. 


Acredita-se que o mundo varia diariamente , as pessoas já não se 

falam. 

O fictício toma conta de tudo, até as redes sociais perderam todo o 

encanto, mesmo quando este nem existia.


Sabe-se que há dias menos bons, mas temos de impor um equilíbrio 

veloz que traga alguma satisfação aos nossos dias agitados e por vezes 

sem nenhum interesse veloz.


Mesmo quando nada parece ter importância há que encontrar o ponto x 

da situação.


(um opinar diferente)

Thereza Green

(imagem Web)

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Sol

11:57

O sol encanta e dá aquela energia mesmo quando tudo parece se afastar. Hoje tudo parece revigorado num tempo sempre em contratempo.

A vida é uma aventura que por vezes não nos apresenta qualquer solução, apenas confusões na mente e no que se sente.


O sol apresenta e revela sua luz para todos os seres de forma especial , sempre numa luminosidade bastante contrastiva. Em breve a estabilidade chegará e dará razões para boa continuação nas mentes especiais.

Um ataque de sentidos se espalha em todo o coração, no qual a mente não tem presença, mas sempre muita essência.

Thereza Green


(imagem Web)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

CHUVA

15:51

Chove sem chover, tempo incerto e desacertado no qual de vez em quando surge o sol a dizer olá tudo bem, mas apenas se fica pela visita de médico. 

O escuro pertence a este dia, numa outra razão foge da ilusão, através da sobra da luz. Perder em tempo descontente, num caminhar perdido sem medo de vaguear sem nada achar.

A renovação necessita-se através da visão da claridade e o afastar do degredo, a vida não espera no olhar insatisfeito busca-se um troço de honestidade, da mais perfeita verdade.

O tempo faz variar as consciências arrastando com ele rasgos de alguma comoção.


Thereza Green

 (imagem Web)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Mistério oculto

9:49

A alma tem vertentes que variam através das vontades num sentimento que varia conforme o estado da pessoa em causa, numa euforia um pouco complexa, mas de certo bastante engraçada.

O mistério de cada dia dá ao ser o alimento necessário para o equilíbrio emocional numa vertente esmagadoramente excelente.

O oculto dá uma pica devastadora ao ser pensante, dando uma energia fora do que é igual todos os dias. Um vibração que traduz uma necessidade escondida nas profundezas do espírito.

Escrever e vaguear pelas palavras animam cada dia de forma sóbria, dando um agrado particular a cada dia, arrastando para si a essência mais profunda do entusiasmo.


Há que sorrir misteriosamente para achar a luz e o equilíbrio fugaz...

Thereza Green





(imagem web)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Sou

11:03

Cada dia difere como a música passada na rádio, num tempo repensado, numa fusão entre o real e o fictício, tudo num tema marado.

A vida precisa de achar caminho de um tempo real, de um tema especial, de um alumiar do caminho, através de um sonho que eleva o espírito ao seu auge.

Thereza Green 


(imagem Web)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Sonho musical

15:37

A música relata emoções reprimidas que sugerem mudanças, tal como a vida que é feita de altos e baixos, sonhos e pesadelos. Um misto de altos e baixos decerto necessário para darmos valor a tudo.

O mundo aprecia a humanidade perfeita, que infelizmente não existe, apesar da sua constante busca. Há que sorrir mesmo quando chove, achar um ponto cruz bonito para marcarmos a nossa alma...numa alucinação perfeita.

Thereza Green


(imagem web)
Notas do amor e da música do triplo

domingo, 24 de janeiro de 2016

Começo da luta

21:17

Precisar acordar e deixar de sentir insatisfação em tudo que se faz ao nosso redor. Acreditar e ter esperança é o que faz falta, sempre se disse que a fé nos salva, e é capaz de nos iluminar quando tudo parece estar perdido.

Gritar por novas medidas, achando um brilho diferente em tudo o que parece igual diariamente, sentando-se num momento de pacatez suprema que faz o íntimo brilhar ao máximo, através de uma energia surreal.

Nem tudo pode estar errado na vida, há que achar um ponto de equilíbrio, um rasgão, uma melodia menos solitária vai apoiar num desafio especial e bastante racional.

(mais uma oração para começar em bem a semana que se avizinha)

Thereza Green

(imagem WEB)

Dia de domingo

15:43

Estou com tremores e uns calores degradantes, um enterrar num fosso sem fundo, onde o infinito tem lugar.

A alma sente-se sem condição, num tempo que não existe, numa marcação cerrada que parece não exprimir limites ou contestações.

Viver num mundo onde nada tem a ver connosco, onde tudo se complica, numa emboscada atroz. Sentimento de tudo parece um labirinto sem fim à vista.

Nem o sol maravilhoso dá alento a este coração raiado de tristeza, não se acha prazer em nada, escrever é a ultima alternativa mesmo com o sol pujante a raiar no céu.

Thereza Green

(imagem web)