sábado, 5 de março de 2016

Sacrifício maternal

Quando se tem filhos há que fazer sacrifícios a todo momento, mesmo quando não existe qualquer vontade da nossa parte.

Ser mãe é devorar sapos quando nem sequer há vontade de nada, apenas de ficar quieta sem sequer sair do lugar. Mesmo quando certas dores nos sufocam a alma sem dignidade, contudo por eles tudo aguentamos.

A mãe é um ser polivalente sempre a espreita de novas bendições para melhorar a vida deles, sempre num bom ato de sacrifício, que tem o seu lado enriquecedor para o ego.

Ao vê-los evoluir positivamente, evoluímos igualmente com eles.


Thereza Green

(imagem Web)

sexta-feira, 4 de março de 2016

Dia da Cura de Dentro para Fora

15:53

Por vezes há que dizer basta, e se estivermos bem por dentro tudo sai melhor, se existe aquela harmonia, que por vezes tantas vezes no falta. 

Se estivermos com a consciência limpa, nada nos trama.

Se tivermos uma alimentação cheínha de equilíbrio tudo regula que nem um relógio de cuco.

Por isso estarmos bem connosco e com a sociedade envolvente nada temos a temer, a estabilidade existe.

Exercitem-se para sentirem o sorriso a fluir na alma. Não se deixem ir abaixo pelo mau tempo que se faz sentir, acreditem que amanhã será tudo bem melhor, pois o ontem terá passado.

Positividade acima  de tudo...Sorriam para vocês...Pois auto-estima pede-se para a cura de Dentro para Fora. Contactem com A NATUREZA, pois esta apruma tudo quando tudo parece sem solução


(imagem Web)

quinta-feira, 3 de março de 2016

Nunca se está satisfeito

15:55

A sociedade é feita de mentes insatisfeitas, que querem sempre mais e melhor, em movimentos adversos ao que é solicitado e requerido.

Os tempos são de discordância no lema de ser sempre melhor do que o outro, numa temática evolutiva e caprichosa.

O lema de certas pessoas é derrubar tudo e todos sem olhar ao que pode magoar. A vida não se apresenta fácil para ninguém, tudo tem ponto assente no muro das lamentações.

Contudo há que encontrar o meio-termo para cada situação...(divagação)

Thereza Green

 (imagem Web)

quarta-feira, 2 de março de 2016

Pensar vs existir

15:39

Pensar cada dia como único sempre num tom de originalidade e de bem-feitoria.
Por vezes magoa-se quando são ditas verdades, contudo depois até se agradece. Nada é dito ao acaso, tudo tem a sua razão própria de ser, nada decorre ao acaso.

É bonito transmitir emoções positivas diariamente, contudo nem sempre se consegue, há sempre algum distúrbio que prejudique a harmonia pessoal ou a do grupo.

"Pensar logo existo" como dizia o filósofo Descartes, há muito para averiguar sobre o assunto em causa.

Pedir desculpa se algum dia houve mágoas transmitidas pela minha pessoa.
Espero que curtam o divagar de hoje! Obrigada

Thereza Green


(imagem Web)

terça-feira, 1 de março de 2016

Amizade sem limites

16:11

Amizade é um estado muito especial, e apesar de parecer não é tão fácil como se pinta. A amizade de olá tudo bem, dessa temos as resmas, o que também é bom. 

Amizade é um sentimento ilimitado que atravessa o universo sem olhar a quem, mesmo não tocando a todos., ela é sempre especial e cheia de boas intenções.

A amizade é a mais valiosa das medalhas, neste tempo insolúvel e inconstante. Precisamos de apoio, uma questão singela sempre com a esperança no seu alcance 

Não querer passar dores negativas apesar de elas andarem por cá, num sentimento saudosista através do tom sincero, sempre acompanhado daquele momento...

Thereza Green

       
       (imagens web)





segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Música ensolarada

10:55

O sol e a música decorrem entre notas soltas tão harmoniosas, o sol raia fortemente transmitindo pensares de positividade e um tremendo bem querer à vida muitas vezes contestatária .

A música eleva a mente ao melhor sistema através do romper de tradições, que por vezes diluem o espírito de convenções.

Tentar a via da felicidade até não é mau, representa o bem, a saúde, a estabilidade emocional é tão necessária e essencial para os dias correrem sobre rodas.

Que tudo decorra de forma genial...

Thereza Green


(Imagem Web)

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Dia multifacetado

21:43

Há dias tão atarefados, mesmo sendo o dia de Domingo não se pára nunca. Faz-se um pouco de tudo, começa-se com a continuação de um trabalho que decorre há 5 dias,. As tarefas de sempre, mais uma ou outra que se impõe neste dia frio, ensolarado e nada passivo.

Porém apesar da manhã ter sido cheia e atribulada, também houve aquele tempo terapêutico que faz tão bem à alma e ao corpo. Deram-se boas risadas, foi um dia bem completo, até tivemos direito a leitura do signo chinês.

Espero que esta partilha do dia seja do vosso agradado...
Abraços de sorrisos....

Thereza Green


(imagem Web)