sábado, 17 de setembro de 2016

Tristeza não entendida

18:15

A vida por vezes coloca-nos cá em baixo fazendo chorar tudo que em fim nós transparece. O erro e a cobardia começam a pertencer a certos eus, que se esfregam na inconsistência e no derrame de pensamentos negativos. O mundo, as pessoas tocam evasivamente qualquer assunto sem ver se o outro se importa.

Há que sonhar e agarrar as boas oportunidades, mesmo que sejam tão poucas e tão raras. Por vezes as almas perdem-se no incoerente. Parece que hoje não temos imagens, não temos pensamentos bons, tudo se perde, nada se acha.

Thereza Green

(Imagem web)


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Primeiro dia escolar

21:33

Uma nova era escolar acabou de descolar, em tom de brincadeira e alguma seriedade. Novos saberes, novas amizades, enfim tudo novo.

Apesar de muitos dizerem que a escola é uma chatice, esta é fundamental para bons desempenhos no futuro, pois como todos sabem "o saber nunca ocupou lugar" e o o melhor que podemos dar aos nossos filhos.

A vida é feita de altos e baixos, mas há que saber ultrapassar os males que passamos e aprender com eles. Um todo de muitas coisas faz parte de qualquer esquema que se viva.

Que este tenha sido um dia que marcará esta nova etapa na vida de qualquer estudante e numa qualquer idade.

Thereza Green


(imagem Web)

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Novo renascer

Hoje festeja-se mais um aniversário, que marca um novo recomeço, uma mudança de pensamento que se dá de forma singela.
 
Há que evoluir sempre com um pensamento inovador e criativo. O mundo nem sempre é o nosso melhor amigo, nem um relato do melhor assunto.
 
Por vezes parece que se perde o dedo para a escrita, e que o vazio inunda o espaço de forma evasiva, numa estranheza que se impõe de um modo impossível.
 
Esperemos que todos os que festejam o seu aniversário hoje estejam felizes por este dia tão especial que representa uma comemoração à vida.
 
Thereza Green
 
 
(imagem Web)
 

domingo, 11 de setembro de 2016

Desejo VS Poder



O poder ou desejo são a mais perfeita base da vida. É por meio destes que colocamos em prática o nosso pensamento, quando desejamos realizar algo. É necessário planear para alterar um qualquer desejo em determinação ou vontade. Aí surge o desejo e vontade como impulsos díspares, traduzidos através do pensamento ou de outra motivação qualquer.

 São bastante diferentes como até mesmo o querer pode e muitas vezes o faz, contradizer-se ao desejo para evitar determinadas confusões humanas. É isso que se vê na explicação destas palavras com tanta força, tratadas lado a lado e em comparação.

O querer tem muito “nervo” quando se luta afincadamente por aquilo que se quer. Como diz o ditado “querer é poder”.


Thereza Green


(Imagem Web)