sábado, 20 de fevereiro de 2016

Descuido

10:53

Há que pedir perdão se houve ofensa à alguém. Certos comportamentos não se entendem, as vezes parece que somos apenas uma cabeça vazia de conhecimento, o cansaço fala mais alto. 

Nada existe, tudo é efémero, somos uma junção de nadas comprimidos em assuntos pendentes e sem luz. Há que tentar acreditar num novo dia, numa nova alegria, na razão de existir ou permanecer.

Ajoelhar-se e pedir redenção, mesmo sem nada compreender. Nunca ninguém está a mais, há que fugir da confusão, a verdade vencerá neste amanhecer sem assunto. Não vale a pena chorar em vão...

Que frio...

Thereza Green



(imagem Web)