domingo, 4 de dezembro de 2016

Emoção

Vivemos num tempo de emoções confusas, num acreditar diferente, num olhar absorto de qualquer jogo ou nebulosidade.

Thereza Green


A mostrar thec8.png