domingo, 3 de janeiro de 2016

Chá preto com gengibre

20:23

Tomei um chá preto com gengibre que me soube tão bem, que até 

fui ao céu e voltei. Senti uma energia desigual que me fez ver uma 

outra luz, e ter um novo pensamento sobre o amanhã.


A felicidade e a fé está dentro de nós e por isso temos de acreditar 

num novo modo de existir no contexto em que nos inserimos. 

Sonhar não é errado, há que construir algo que nos faça sentir 

melhor neste tempo complexo e por vezes indigesto.


Espero que curtam este meu pensar, que expresso num modo terapêutico a meu favor e a quem gostar no meu circulo pessoal.

Thereza Green

(imagem web)