quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Escrita como psicólogo

9:13

Há quem diga que escrevo mal, porém tudo o que escrevo é escrito com sensibildade, mas talvez pouco brio. 

Todos somos seres em evolução, as críticas podem vir a ser uma boa ajuda, a espontaneidade tem dessas coisas.

O som do rádio ilumina a alma, deixando-a com um alento extenso. A vida é mesmo especial, não sei o porquê de certos sentidos de humor que confundem o ser espiritual, e deixam-no com uma certa nuvem negra.

Thereza Green




(imagem Web)