quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Não percebo



 11:19

 (imagem de criação própria)
Não entendo o sentimento
Na busca do alento
Atrás de um computador
Acorda um qualquer amor.

Fugir de um pensamento
Ou de qualquer firmamento
Pertenço ao não ser
Por isso o melhor é esquecer.

O amor é uma evolução
Que nem sempre é emoção
Acredito em melhores tempos
No desbaratar dos campos.
                                                                                                                    
Desabafo através da escrita
Para deixar a alma circunscrita
Não querer o negativo
Para acreditar no brilho ativo.

 Thereza Green