sábado, 27 de outubro de 2012

Nada contra o invisível

15:23

Nada tenho contra ninguém
Pois sou um ser além
Uma verdade esquecida
Uma luz sem guarida.

O sonho nunca morre
No baixar do estore
Sou um lugar sentado
Num tema estropiado.

Acredito em melhores dias
Entre as almas feridas.

Thereza Green

(imagem web)