domingo, 26 de dezembro de 2010

Já não há espiríto natalício...

(imagem web)


O individualismo tomou conta do lugar, tudo se resume a nada, é uma tristeza, uma desilusão. A união e amizade já nem no Natal se vê.
Uma constatação.

A luz da lua é sempre tão especial...